Paris 10 – Jardim Botânico

E chegou o nosso último dia inteiro em Paris. Mais um dia de passeios ao ar livre, para conhecer mais um pouco da cidade. O tempo realmente não ajudou muito e além de fazer muito frio  até chuviscou um pouco.

Começamos o dia passando novamente pelos Jardins de Luxemburgo conhecendo outras partes do jardim, como o apiário, a área reservada para as crianças e o teatro. Mesmo com o tempo nublado e chuvoso o parque estava movimentado com os moradores da cidade.

Saindo do jardim seguimos para as Arenas de Lutécia (Les Arènes de Lutèce). Construídas em meados do terceiro século depois de Cristo, ficaram meio que esquecidas e em meados de 1860 foram escavadas e preservadas como parte da história de Paris.

 Das Arenas seguimos a pé para o Jardim Botânico de Paris, que fica no mesmo espaço que o Museu Nacional de História Natural e ainda um pequeno zoológico. A entrada para os Jardins é gratuita e para o museu e o zoológico são pagas.

Ficamos só na área dos Jardins, que são bem grandes e isso já consumiu pelo menos umas 4 horas do nosso dia. No jardim tem uma passagem subterrânea para um segundo jardim , com tema oriental, que fica em um nível mais baixo.

Existem muitas áreas com bancos para sentar e apreciar as mais de 15 mil espécies existentes nos jardins. Banheiros públicos, restaurantes e lanchonetes estão espalhados no espaço para servir aos visitantes.

Eram mais de 6 horas da tarde quando saímos do Jardim Botânico e seguimos andando em direção ao Canal de Saint Martin e a Praça da Bastilha.

Não percorremos o canal de Saint Martin inteiro, ele tem uma extensão de mais de 4 km. A parte das margens pela qual passamos é muito charmosa, com barcos ancorados e um caminho florido, com bares e até um pequeno moinho de vento. A beleza maior ficou por conta do horário do pôr do sol e do céu azul que abriu finalizando o nosso último dia em Paris.

Saímos do canal pelo o acesso por rampa até a praça da Bastilha e da estação de metrô.

Durante a viagem passamos de bicicleta algumas vezes pela praça da Bastilha.

Onde hoje é uma praça existia uma prisão, destruída na Revolução Francesa entre 14 de julho de 1789 e 14 de julho de 1790.

O que existe no meio desse ajuntamento de ruas é um monumento, chamado Coluna de Julho (Colonne de Juillet), que comemora os acontecimentos da Revolução de Julho (1830).

Assista o vídeo, se inscreva no blog e no canal e siga a gente nas redes sociais.

Um beijo e até o próximo post.
via IFTTT

Anúncios

2 comentários sobre “Paris 10 – Jardim Botânico

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s