Anúncios

CHILE – Cajón del Maipo

Uma caixa gigante, esse é o significado de Cajon. Mas o que é Cajon del Maipo? É um milagre de Deus, uma benção. Uma represa formada pela água de degelo da neve que está sobre as cordilheiras ao seu redor, e que abastece toda a região. O nome del Maipo é porque a represa está localizada na Comuna de San Jose de Maipo.

A paisagem é linda, não vou me cansar de repetir isso. O caminho de Santiago até lá vai por uma estrada que segue o curso do Rio Maipo, repleto de verde, árvores, um reduto de campistas nas estações mais quentes do ano. Vários parques de camping ficam à beira do rio. Ao se aproximar da estrada de terra que vai para a represa a paisagem começa a mudar e o verde e as árvores começam a dar lugar a paredões de pedras e pequenas quedas d’água formadas pela neve que derrete e vem escorrendo pelas montanhas. A cor marrom avermelhado predomina revelando a riqueza mineral das rochas.

post-banner

O local não é longe de Santiago, nós fomos e voltamos no mesmo dia, o trajeto dura cerca de 2 horas de carro.

Conforme vamos nos aproximando vemos mais natureza e menos civilização, a cidade ficou para trás, agora temos a estrada em meio às cordilheiras e o rio formado pela água liberada aos poucos pela represa.

Avistamos a imensidão azul, chegamos em Cajon del Maipo. O carro fica estacionado no caminho, descemos e seguimos a pé por uma estradinha que dividimos com as placas de gelo que outrora neve, derretida e agora gelo. É preciso ter cuidado para não escorregar, lembrando que por ali não há nada de estrutura, nem banheiros e nem restaurantes.

A água não tem fim, faz a curva pelos desfiladeiros das cordilheiras. A temperatura é bem fria, e o vento é constante, porque estamos em um verdadeiro corredor de montanhas. Vá bem agasalhado porque você não vai querer perder essa sensação e ver de perto a exuberância das montanhas e desse sem fim de água.

Em uma viagem visitando um lugar parecido como esse o guia nos disse algo assim “… agora, cada um vá para um canto, separem-se, se acomodem e fique em silêncio observando como a natureza se comporta, permita-se viver este momento… “. Eu nunca me esqueço disso. Parar e observar o mundo ao meu redor.

É isso aí, assista o vídeo, reflita.

Gostou? Deixe seu comentário, se inscreva no blog, no canal, e siga a gente nas redes sociais.

Um beijo e até o próximo post.

Essa publicação pode conter conteúdo publicitário e redirecionamento para parceiros do Blog.

via IFTTT

 

Anúncios

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: