Anúncios

Roteiro de Viagem – HOLANDA 2015

Esse é o roteiro de viagem que montei para a viagem que fiz sozinha pela Holanda, em 2015. Aproveite a estrutura e as informações pra montar o seu.

Dados das passagens:

CÓDIGO RESERVA   – Bilhete eletrônico (e-Ticket)  ; assento  

IDA – Voo__DE:__PARA: Amsterdã assento

Partida ___ Terminal – Chegada ___ Terminal

Duração total da viagem

VOLTA – Voo__DE: Amsterdã PARA:___ assento

Partida ___ Terminal – Chegada ___ Terminal

Duração total da viagem

BAGAGEM DE MÃO: 1 mala: dimensões máx. de 55 x 25 x 35 cm (21,5 x 10 x 13,5 pol.) (A x B x C) + 1 acessório: bolsa, pasta, câmera ou notebook; Juntos no máx. 12 kg (40 lbs)

Podem ser transportados líquidos em sua bagagem de mão desde que em pequenas quantidades e não excedam 100 ml (3,4 oz) por artigo. Estes artigos devem ser colocados em um saquinho plástico transparente e selado, com um volume máximo de 1 litro.

DICAS: Viajando sozinha ou com pouca bagagem: Lavar roupa na viagem e levar pouca roupa; Alugar armários nas rodoviárias ou estações de trem; Levar em dinheiro 50 por dia de viagem, para mostrar na imigração, além do seguro de schengen.

COMO SE LOCOMOVER:

Na Holanda: Site do transporte público oficial, pesquise todas as rotas que for precisar fazer antes e saiba quanto vai gastar e quanto tempo vai levar: http://9292.nl/en

De TRAM, BUS, SUBWAY: Na Estação Central é possível comprar o cartão da GVB, indicado para estadias maiores. Tíquetes de 7 dias custam, 31€ (março/2012), apenas o valor do trecho percorrido pelo passageiro é debitado do cartão.

“CARTÃO COM CHIP OV ANÔNIMO”: custa €7,50 + crédito (sem crédito) e é válido por um período máximo de cinco anos, não aceita pagamento com cartão de crédito, O saldo mínimo do cartão para viajar de trem é €20 e deve ser ativado primeiro em uma “máquina de bilhetes NS. Ou comprar um bilhete em uma das “máquinas de bilhetes NS” ou “Bilhetes NS e Balcões de Atendimento” nas estações maiores. Os bilhetes custam €0,50 a mais em “Bilhetes NS e Balcões de Atendimento”. Apenas as máquinas de bilhetes na estação do Aeroporto Schiphol e a Estação Central de Amsterdam aceitam cartões de crédito.

Fazendo check in e check out:  Quando chegar em um ônibus, bonde ou trem, segure o cartão com chip OV na frente da janela claramente marcada na máquina de check-in. A máquina confirmará que você fez o check in com sucesso com uma luz verde e um sinal sonoro (bipe). O check out funciona da mesma maneira; a máquina informa qual foi o custo da viagem e quanto crédito foi gasto. Lembre-se de fazer o check out, senão o medidor continuará correndo!

Da Holanda: de trem para outros países: https://www.nsinternational.nl/en de avião para outros países: http://www.easyjet.com/en, http://www.ryanair.com/pt/

CLIMA: sempre chove e venta muito, SEMPRE

Balcões de informações ao turista em Amsterdã

Estão sinalizados pelas letras VVV (Vereniging voor Vreemdelingenverkeer) e você pode encontrar um logo em frente à Estação Central, na rua Stationsplein 10 – Tel: +31 (0)20 201 8800

ONDE IR (EM ABRIL, mês em que eu fui):

Música: A Páscoa está intimamente ligada à Matthäus Passion! Nas grandes cidades as salas de concertos realizam esta extraordinária peça musical.

 PLANO DE VIAGEM

*clique nas cidades para ser redirecionado ao resultado de busca de hospedagem existente e disponível na região. Para ver os hoteis e hostels em que fiquei assista os vídeos no canal.

mapa roteiro holanda

post banner novo

AMSTERDAN (norte)

– Vondelpark: cercado por ciclovias – passeio de bicicleta, possui 160 canais e mais de 1.000 pontes, enorme concentração de barcos em vários pontos da cidade

– Albert Cuyp Market: de segunda-feira a sábado, das 9h30 às 17h No local são vendidos, legumes e frutas frescos, e os mais diversos tipos de objetos, como roupas, calçados, cosméticos, artefatos para bicicletas e souvenirs, todos a preços bem interessantes. Tem uma seção de comidas prontas e petiscos tradicionais, como os queijos, o kip saté (espetinho de frango com molho à base de amendoim), o stroopwafel (biscoito típico holandês recheado com caramelo) e arenque, um típico lanche holandês. Localizada na região central de Amsterdã, bairro De Pijp.

– Passeio de barco: é possível ver de perto as famosas casas flutuantes. O passeio básico dura, em média, 1 hora e percorre os principais pontos turísticos. Opção de dinner cruise. Empresas como a Blue Boat e a Holland International são bastante procuradas. Os passeios regulares custam uma média de 15€.

– Praça Dam: Onde fica o Memorial Nacional aos Mortos, um monumento que homenageia as vítimas da Segunda Guerra Mundial, também abriga o Palácio Real, edifício espetacular erguido em 1648 e residência da família real holandesa em Amsterdã (a monarquia vive em Haia). Lá está a Bijenkorf, loja de departamentos holandesa, na praça tem os melhores lugares para comprar suvenires na capital. Atrás do Palácio Real também está o Magna Plaza, uma bela construção do século XIX e um dos poucos shoppings da cidade (caro).

– Praça dos museus (Museumplein): localizada entre os museus Van Gogh e Rijks, próxima ao museu Stedelijk e à casa de espetáculos Concertgebouw. É nesse local que está o monumento I amsterdam, uma homeganem à capital da Holanda em letras garrafais.

– Praça Rembrandt (Rembrandtplein): no centro há uma estátua do artista Rembrandt van Rijn.

– aluguel de bike, várias e famosas como a Rent a bikee a Mac bike.

– mercado flutuante de flores: formado por diversos barcos no canal Singel, entre as praças Koningsplein e Muntplein.

– Waterlooplein, o maior mercado de pulgas da cidade.

UTRECHT (centro)

É o coração da Holanda. Foi construída em torno da torre Dom, que pode se ver de qualquer ponto da cidade, não há como se perder no atraente centro da cidade, que é livre de carros. Utrecht possui belos canais com bons cafés em adegas familiares no cais e terraços sobre a água.

ROTTERDAM (sul)

A cidade de Rotterdam é uma surpresa, arquitetura mais do que moderna, desafiadora, inovadora, instigante. Sabores de toda a Holanda e de toda a Europa se encontra aqui, em razão do centro portuário. Esqueça tudo o que viu em Amsterdam, Rotterdam não aceita comparações, resolveu se inventar e só ganhou pontos por isso.

– Euromaster: Uma das torres mais altas da Holanda. Projetada pelo arquiteto Maaskant, é possível ver toda a cidade do alto.

– Markthal: Uma construção fenomenal que abriga um mercado de frutas, flores, comidas típicas, restaurantes, e lojas, e um edifício de escritórios.

De Rotterdam saem os barcos públicos que vão para Kinderdjik.

KINDERDIJK (Sul)

A maior concentração de moinhos tradicionais holandeses podem ser encontrados perto da aldeia de Kinderdijk (“dique das Crianças”). Para drenar o excesso de água dos polders, que estão situados abaixo do nível do mar, 19 moinhos de vento foram construídos por volta de 1740. Eles foram bem preservados até os dias atuais e agora são populares atrações turísticas da Holanda.

DELFT (norte)

De trem saindo de Amsterdan, estação Royal Delft, visita ao último fabricante de porcelana de Delft que ainda resta (Rotterdamseweg 196, Delft). Cerâmica do século XVII pintada a mão, ou compre uma versão moderna do designer holandês Marcel Wanders. De Delft até Haia são 15 minutos de trem.

HAIA (norte)

Cidade sede do governo, com vários monumentos, bairros históricos e sua localização, perto da costa do Mar do Norte. Haia também é conhecida como “Cidade real próxima ao mar“, porque muitos membros da família real holandesa residem em seus bairros elegantes. Com atrações como o Madurodam em miniatura da cidade e o cinema de cúpula Omniversum. O Píer de Scheveningen tem um ponto no qual se pode observar o mar, a praia, o calçadão e o Kurhaus. Descubra o mundo marinho no SEA LIFE em Scheveningen. Caso esteja a fim de uma experiência cultural, um dos mais impressionantes jardins de esculturas do mundo, o Esculturas à Beira do Mar, fica nas dunas.

LISSE (sul)

KEUKENHOF, E$ 16 ticket + E$ 5 park guide, 8h – 19h30, o belíssimo parque das flores situado próximo à cidade de Lisse, de fácil acesso para quem está em Amsterdã. A cada semana são montadas apresentações e arranjos de flores típicas em cada pavilhão do parque. Por mais E$ 8 é possível se locomover e barco na área do parque. Em abril acontece a Dutch Heritage Weekend, uma feira de danças típicas e cultura holandesa. Das 11h às 16h30 na área de picnic.  http://www.keukenhof.nl/en/

mapa keukenhof

Assista os vídeos dessa viagem, se inscreva no blog e no canal e siga a gente nas redes sociais (InstagramFacebook, e  Twitter).

Um beijo e até o próximo post.

Essa publicação pode conter conteúdo publicitário e redirecionamento para parceiros do Blog.

Anúncios

Deixe uma resposta