ESPANHA 1: O prejuízo de um voo cancelado: EASYJET

Conseguimos chegar em Milão e fomos em busca de algum guichê da Iberia para tentar remarcar o voo que havíamos perdido. Lembrando que perdemos esse voo por culpa dos reiterados cancelamentos do voo da EasyJet.

No balcão do check-in já não havia mais nenhum funcionário da Iberia. Procuramos informações nos postos de vendas de passagens, mas a resposta que tivemos foi a mesma do aeroporto de Zakynthos, eles só vendiam passagens e qualquer problema deveria ser resolvido por telefone com a cia aérea. Mais tarde, já de volta ao Brasil, entrei em contato com a Iberia no Brasil e descobri que nada poderia ser feito pois as passagens foram trocadas com pontos da Azul, através do ViajaNet, de modo que só eles poderiam tentar resolver. Um detalhe, tínhamos pago um valor extra de €55, cada um, para voar na classe executiva, também perdemos esse valor.

Já era fim de tarde de um domingo e os postos de venda seriam fechados (achei estranho). Era o momento de tomar uma decisão, o valor das passagens para Madri já tinham subido quase €80 entre a manhã daquele dia e o horário que chegamos em Milão. Procuramos a cia aérea que estava com o menor preço, que era a AirEuropa e compramos as passagens, €245 por pessoa (chorei por dentro, sabia que não seria reembolsada de nenhuma forma por isso).

Conseguimos com o hotel de Milão a transferência da nossa diária do dia anterior para este em que chegamos na cidade. Comprada a passagem para Madri no dia seguinte, fomos para o ponto em que o transfer do hotel pegava os hóspedes. Aguardamos cerca de 15 minutos e a van chegou, confirmamos nossa reserva no Ibis e seguimos, o carro ainda parou mais uma vez em outro terminal e seguimos para o hotel.

Chegamos no hotel e a recepcionista foi extremamente gentil, fez o nosso check-in rapidamente, e nos ajudou com a reserva que tínhamos naquele mesmo dia em Madri. Havíamos reservado para esses últimos dias hotéis da rede Accor, para utilizar nossos pontos no LeClubAccor. Assim a recepcionista do Ibis em Milão entrou em contato com o Ibis em Madri e contou o ocorrido, eles cancelaram a reserva e não pagamos nada mais por isso. Foi uma grande ajuda e um alívio receber ajuda nessa história tão estressante. Isso com certeza fez a gente se sentir acolhido e muito mais tranquilos, e garantiu que os últimos dias da viagem não fossem influenciados negativamente pelo desastroso cancelamento da EasyJet.

Jantamos uma pizza no bar do hotel e voltamos para o quarto para uma boa noite de sono. Conformados com o prejuízo financeiro e agradecidos por termos resolvido todos os problemas. Agora a viagem seguiria seu próximo e último destino tranquilamente.

Conversamos sobre o gasto inesperado e decidimos que não afetaria nossos planos de compras (que não eram muitas), pois tínhamos economizado bastante e nossas reservas supririam. Esse é um aspecto importante do planejamento em conjunto e de saber exatamente quanto estamos gastando em tudo na viagem. Tínhamos uma noção real de que poderíamos arcar com a despesa extra sem criar uma dívida.

O Ibis é uma das opções mais simples e econômicas da rede Accor, mas não deixa nada a desejar nos quesitos conforto, limpeza e atendimento, quanto mais nos hospedamos nos hotéis da rede, mais nos sentimos seguros de saber o que podemos esperar. Nosso sonho é um dia firmar uma parceria do canal e do blog com a rede e poder mostrar os hotéis por todos os lugares onde viajamos.

De manhã descemos para o café da manhã, de ótima qualidade (levei até um lanchinho para o voo), e seguimos direto para o aeroporto com a van gratuita do hotel. Esse serviço ajuda muito, não só pela economia como pela facilidade de não ter que se preocupar com mais uma coisa na viagem.

Fizemos o despacho das malas com a AirEuropa e fomos para a sala de embarque. A fila estava gigantesca, o que deixou vários passageiros em desespero com a ameaça iminente de perderem os seus voos. Esse é um fenômeno que acontece com frequência em virtude de muitos passageiros não despacharem malas e realizarem o check-in online, o tempo exigido de chegada no aeroporto é menor. Porém, imprevistos como falhas nos sistemas de segurança (humanos e mecânicos) de controle de passageiros no embarque acontecem com frequência. Foi exatamente o que aconteceu naquela manhã no aeroporto de Milão. Estava sendo implantada a catraca automática (igual a que temos em Guarulhos) de entrada no controle de raio-x e muitos passageiros estrangeiros não sabiam o que fazer e a fila (que nem deveria existir) começou a crescer sem razão, pois as pessoas optavam pela passagem manual com a ajuda dos poucos funcionários, enquanto as catracas automáticas ficavam livres e os que estavam no final da fila ignoravam essa opção.

Passamos pelo raio-x (que também estava lento por causa da intensa fiscalização) e seguimos para o portão de embarque. Embarcamos e tivemos um voo tranquilo até Madri, finalmente chegamos. Seguimos para o ponto de parada do transfer gratuito do hotel, que sai do aeroporto.

No próximo post contamos a continuação.

Visite o site www.mimoscool.com (antiga smartbagbrasil) e conheça as capas de mala personalizadas e acessórios de viagem. Seguidores do Canal tem desconto na compra de produtos: cupom “PATRICIAVIAJA”.

Assista o vídeo, se inscreva no blog e no canal e siga a gente nas redes sociais (Instagram, Facebook, e Twitter).

Um beijo e até o próximo post onde vamos contar sobre nossos dias em Madri.

Essa publicação pode conter conteúdo publicitário e redirecionamento para parceiros do Blog.



Booking.com

Anúncios

2 Comments

  1. minhacachorraraisha

    FELIZ NATAL MEUS AMIGOS E PRÓSPERO ANO NOVO CHEIO DE PAZ E AMOR COM MUITAS REALIZAÇÕES EM 2018. ESTAREI AUSENTE POR ALGUM TEMPO POR ME ENCONTRAR MUITO DOENTE E ESTOU SEM COMPUTADOR.

    Reply
    1. Patricia Viaja (Post author)

      Feliz Natal 🎄

Comente