TAX-FREE (REFUND) – DEVOLUÇÃO DE IMPOSTO – DICAS

Todo viajante que já se aventurou para fora do seu país sabe que fazer compras no exterior pode ser de grande economia. Melhor ainda é saber que além dessa economia você pode receber parte do valor que pagou de volta.

Alguns países isentam o turista do pagamento de impostos sobre produtos comprados. Isso é o TAX FREE, ou melhor TAX REFUND. Mas antes que você fique animado, saiba que tem regras, limites mínimos de valores, tipos de produtos e formas específicas de requerer essa devolução de impostos.

Então, já que você se interessou pelo assunto, vou te dar mais um conselho: Planeje bem os dias e locais onde irá fazer suas compras. Se possível escolha as lojas que participam do programa de devolução do imposto.

Tente concentrar suas compras no mesmo dia e nas mesmas lojas para alcançar os valores mínimos para se habilitar ao pedido de devolução do imposto.

Se estiver viajando pela Europa, saiba os limites mínimos de gasto para devolução em cada país, antes de sair comprando ou até antecipar as compras ao invés de deixar para o último minuto.

Agora vou enumerar alguns dos países mais visitados pelos brasileiros, que oferecem esse benefício e os limites mínimos de valor para obter a devolução:

AMÉRICA DO SUL:

ARGENTINA – Em compras acima de $70 (setenta pesos argentinos), e nos pagamentos de hospedagem.

CHILE – A hospedagem paga em dólares (em espécie) é isenta de IVA.

COLÔMBIA – Em compras acima de 10 Unidades de Valor Tributário – UVT, que em 2017 é de COP$318.590.

ECUADOR – Em compras acima de USD 50,00.

URUGUAY – Em compras acima de UYU600. Devolução por temporada (em 2017 aconteceu até o mês de abril).

AMÉRICA CENTRAL:

BAHAMAS – Em compras acima de BSD25.

MÉXICO – Em compras acima de P$1.200.

AMÉRICA DO NORTE:

ESTADOS UNIDOS – Não existe devolução de imposto. Mas, há Estados onde não é cobrado imposto sobre os produtos, como Alaska, Montana, New Hampshire, Delaware e Oregon.

EUROPA:

ALEMANHA – Em compras acima de EUR25.

DINAMARCA – Em compras acima de DKK300.

ESPANHA – Em compras acima de EUR90.16.

FRANÇA – Em compras acima de EUR175.01.

GRÉCIA – Em compras acima de EUR50.

HOLANDA – Em compras acima de EUR50.

INGLATERRA – Em compras acima de GBP30.

IRLANDA – Em compras acima de EUR30.

ITÁLIA – Em compras acima de EUR154,95.

NORUEGA – Em compras acima de NOK290.

PORTUGAL – Em compras acima de EUR61.35.

SUÍÇA – Em compras acima de CHF300.

ÁFRICA:

MARROCOS – Em compras acima de MAD2000.

ÁSIA:

CHINA – Em compras acima de CNY500.

CORÉIA DO SUL – Em compras acima de KRW30000.

Assista o vídeo, se inscreva no blog e no canal e siga a gente nas redes sociais (InstagramFacebookTwitter, e Snapchat).

Um beijo e até o próximo post.

Essa publicação pode conter conteúdo publicitário e redirecionamento para parceiros do Blog.

CHILE – Compras de viagem

Mais um vídeo da economia. Sim, porque compras de viagem sempre são compras de economia, porque se for pra pagar mais caro do que no Brasil a gente não compra né.

Como este ano de 2016 as nossas férias acabaram ficando muito perto em questão de meses, e como já tinha me acabado de comprar tudo o que precisava em Paris, comprei poucas coisas no Chile.

Eu gosto muito de supermercados, de ver as novidades para limpeza da casa, de cuidados com a lavagem das roupas, produtos que facilitem a minha vida de dona de casa (não que eu seja a “dona de casa”). Então comprei um sabão para lavar roupas em lâminas, que achei incrível para levar em viagens em que a gente leva roupa para lavar em lavanderias de auto serviço (onde você mesma usa a máquina e leva seu próprio sabão e amaciante). Além disso comprei lenços desinfetantes, que acho ótimo para levar em viagens e uso assim que chego em um novo hotel, hostel ou apartamento de aluguel para limpar o assento sanitário, a banheira e se precisar a bancada da pia. Confesso que posso ser um pouco germofôbica, rsss… e também sempre carrego álcool em gel na bolsa. De coisas para a cozinha compramos uma garrafa térmica nova e bem grande, porque as nossas eram todas pequenas. Uma caixa de chá que dava de brinde uma caneca gigante.

Outro item que sempre compro nas viagens, e em todas elas sem exceção, seja em farmácia ou supermercado, é absorvente. Sim, absorventes íntimos, mais especificamente absorventes diários e noturnos. Porque no Brasil quando vou comprar absorventes eu tenho a impressão de que foram feitos para um único tipo de corpo feminino, com uma quatidade de fluxo, e digo isto falando de absorventes noturnos e diários, porque os classificados como normais eu simplesmente ignoro. Enfim, já testei e comparei as mesmas marcas e os absorventes vendidos fora do Brasil são melhores, na minha opinião. Qual a marca eu compro? A mesma que vende no Brasil. Sim, e são diferentes sim. São mais baratos sim. Já mandei até e-mail para as marcas perguntando o que acontece com as medidas dos abosorventes no Brasil? Por quê são tão curtos? No exterior é possível encontrar 3 tipos de comprimento só para absorventes diários, isso mesmo diários. E os noturnos? A mesma coisa. Mas aqui no Brasil, já ouvi mulheres dizendo que tem usado fraldas geriátricas nos dias de fluxo intenso porque os absorventes noturnos não são suficientes. Somos brasileiras, pagamos mais caro e somos subjugadas em nossas escolhas e necessidades. Pronto desabafei.

Vamos continuar. Compramos alguns ímãs de geladeira em artesanato local, feitos de lã, gorros e também meias, que eu uso muito no inverno, até mesmo no Brasil. Sempre compro em viagens pela América do Sul. Comprei alguns itens de perfumaria que eu precisava, óleo de rosa mosqueta e um perfume que estava numa promoção imperdível no freeshop. Finalmente encontrei um depilador a laser por um preço aceitável e que está funcionando de verdade. Acredito que no próximo verão vou ter muito menos trabalho com depilação.

No quesito roupas fomos muito bem nessa viagem, só comprei um colete de inverno, insulado, mega super quente, para substituir um antigo que tinha comprado na viagem para o Peru. Willian aproveitou e reabasteceu o estoque de roupa interior dele.

Uma compra que valeu muito a pena para nós foi o powerbank para o Willian e dois óculos de sol espelhados, que estavam em promoção também, e que são muito confortáveis e de muito boa qualidade. Depois que eu fiz a cirurgia pra corrigir a miopia e o astigmatismo me libertei da prisão com os óculos de sol com grau e agora estou muito apaixonada por óculos espelhados, que não podia ter antes.

Essas compras de viagem foram bem essenciais, quase tudo já foi usado, e mais uma vez ficamos satisfeitos por poder viajar e comprar e trsites por constatar que estes preços ou produtos não chegam no nosso país.

As fotos dos produtos não estão aqui no post porque já mostramos tudo no vídeo, assista.

Se inscreva no blog e no canal e siga a gente nas redes sociais.

Um beijo e até o próximo post.

via IFTTT

CHILE – Último dia em Santiago (Mercado, Cerro, Shopping)

Chegamos ao último dia inteiro da viagem no Chile. Decidimos aproveitar o dia para conhecer alguns pontos turísticos ainda não vistos de perto e ainda as últimas compras da viagem. Como já contei em outro post, nesta volta para a cidade ficamos em outro apartamento, na região central da cidade e também perto do metrô.

Seguimos a pé para o Mercado Central de Santiago. Compramos mais algumas lembranças de artesanato da viagem e conhecemos o edifício e as bancas de alimentos e artesanato do local. A visita ao mercado acaba sendo um pouco mais demorada pela quantidade de coisas que se pode ver e fazer por lá. Nós não almoçamos por lá, mas existem muitos restaurantes no local e todos são muito simpáticos com os turistas.

post-banner

Em seguida pegamos o metrô e fomos até a estação Santa Lucia que está ao lado do Cerro Santa Lucia, um pequeno monte de onde se pode contemplar boa parte da cidade e com sorte as cordilheiras. A entrada é gratuita e a subida infelizmente não é acessível para deficientes. Todo o trajeto até o topo é feito passando por escadarias rústicas. É preciso ter muito cuidado ao subir e descer e ir com calçados adequados e antiderrapantes. Durante a subida existem terraços em que é possível descansar antes de continuar. A visita é obrigatória, porque o próprio cerro é um patrimônio da arquitetura e história local.

Do Cerro fomos para o Parque Arauco, usando o metrô descemos na estação Escuela Militar e caminhamos por quase 2km até o shopping. O dia estava lindo, e o caminho é cheio de praças e parques e já foi a nossa prática de atividade física do dia. Voltamos de lá de ônibus e depois metrô.

O shopping Parque Arauco é um dos maiores da América Latina e cria tendência de moda não só no Chile como em todos os países ao redor. Praticamente todas as marcas luxuosas do mundo tem loja própria ali ou são revendidas nas lojas do complexo. Em todas as viagens que fiz ao Chile visitei o shopping e consegui boas promoções e itens muito descolados (para o meu estilo) que depois não consegui encontrar igual no Brasil. Por isso, se você gosta de novidades em termos de moda, vale a pena a visita. Quase todas as lojas tem espaços promocionais com itens de coleções passadas, onde é possível encontrar ótimos looks, que muitas vezes ainda nem chegaram no Brasil.

 Mostramos tudo isso no vídeo, assista.

E não se esqueça de se inscrever no blog e no canal e seguir a gente nas redes sociais.

Um beijo e até o próximo post.

via IFTTT

Compras de viagem – Paris

 Segurei o post até sair o segundo vídeo de compras, assim falo tudo de uma vez só.
Quando planejamos a viagem para a Europa, todo mundo que já tinha ido falava o quanto era caro uma viagem para a Europa e Paris então era a cidade mais cara de toda a Europa.
E não é que nos surpreendemos com os preços e fizemos não poucas, mas muitas compras. Claro que tudo dentro do mesmo padrão de consumo que temos no Brasil. Não teve nada de marcas de grifes exclusivas, muito pelo contrário, foi tudo baratinho.
Os preços foram em média 70% mais baratos do que o que nós encontramos no Brasil, alguns itens foram só 20% mais baixos e outros foram quase 90% mais baratos.
Obviamente que parte das compras foi planejada, coisas que eu precisava e consumo durante o ano, e até a próxima viagem, quando aproveito para comprar de novo e repor o estoque. Já algumas outras coisas foram compradas pelo bom preço mesmo, para aproveitar a ocasião e presentear os amigos e parentes ao longo do ano em aniversários e datas especiais.
Minhas compras favoritas foram as blusinhas da H&M, a bolsa da Kipling, que já sabe andar sozinha em São paulo de tanto que eu uso, e os dermocosméticos. Deus abençoe a França e os dermocosméticos. Que produtos maravilhosos! Pode comprar de olhos fechados, é tudo de bom. As descobertas dessa viagem foram as marcas Caudalie e Uriage. Uma qualidade ímpar, preço imbatível, justificaram a pele maravilhosa do povo francês, está aí o segredo. Produtos de altíssima qualidade e acessíveis para todas as pessoas de todas as condições financeiras.
Quer ver tudo? assista aos vídeos, os preços estão todos lá.
Se inscreva no blog e no canal e siga a gente nas redes sociais.
Um beijo e até o próximo post.

via IFTTT